Leon Hugues

Description:
Bio:

french_foreign_legion_by_romanov302-d61t8nk.jpgOs flocos incandescentes de fosforo branco que rasgavam o céu limpo de um verão do oeste africano como se fosse a cortina de um teatro pegando fogo.Os gritos eram como o assobio do vento,o rugir dos motores das aeronaves que se pareciam com trovões e os tiros distantes se fundiam tornando-se uma tempestade de aço,sangue e morte.Leon estava sentado no jipe observando de longe com seus binóculos a pobre e indefesa cidade sendo arrasada .Atrás dele estavam os canhões,silenciosos como as pedras porém quentes afinal já completaram sua parte no espetáculo.Em passos lentos porém firmes chegava seu Official,Lt.Redoux, e o perguntava,-Acha mesmo como espécie merecemos sobreviver?-Leon permanecia observando friamente o cerco enquanto as chamas ficavam maiores já podia sentir o calor delas em seu rosto mesmo estando longe.- Como espécie não saberia te responder senhor,mas como pátria a frança é capaz de transcender qualquer rótulo biológico ou do tipo,senhor-.
O som dos tiros preenchia o silêncio momentâneo entre os dois então o Official retornava a dizer –Conheço a história de todos os soldados do meu regimento,inclusive o seu.Nascido e criado em Marselie,sem esposa e filhos e seu pai fora um Official da Marinha.Não há muitas pessoas de berços afortunados que se juntam a Legião-.Leon abaixava os binóculos e respondia.-O dever chama a todos,nobre ou plebeu,mendigo ou executivo a França pode estar em paz porém não suas fronteiras além de seu solo.-Redoux sorria e completava –Não foi isso que ouvi dizer,seu motivo é muito mais pessoal do que patriotismo.Alguns dizem que foi o caso da sua irmã que fora raptada por uma rede libanesa de tráfico de órgãos,seu corpo nunca foi encontrado como também evidências da sua acusação e da sua frustada investigação.-Leon apertava com raiva os binóculos e os jogava no assento do carona se levantava e olhava Redoux nos olhos.-O que faz aqui?!Não deveria estar em seu acampamento fazendo sua parte nesta operação?Então vem aqui me desfocar da mesma com assuntos que não são de sua esfera?-Redoux sorria –Alguns diriam que isso é desacato.-
A cidade começava a ruir enquanto a frequência dos disparos diminuía assim como as chamas.—O que faz aqui senhor?- Redoux puxava uma pasta com várias tarjas indicando a confidencialidade daquele documento.-Lhe fazer uma oferta irrecusável.O senhor Leon Hugues fora selecionado para participar de um projeto secreto chamado de X-COM cuja reúne os maiores militares do mundo em um esforço internacional sem precedência.-Leon fica intrigado porém relutante.-E por que isso me interessaria?Eu sirvo a França.Sou um Legionarie até a morte.-Veja você mesmo – Leon abria a pasta foleava lentamente sem pressa era em suma um monte de clausulas e artigos até que ele encontra uma foto,seu coração para.Leon reconhece o corpo da irmã estirada em uma mesa metálica todo aberto sem os órgãos como se estivesse sendo preparada para ser empalhada enquanto isso um helicóptero pousa perto de Leon e Redoux o vento que o rotor do mesmo causa quase faz os papeis voarem da pasta.Redoux caminha até a aeronave e olha para Leon –Sabia que ia aceitar essa é sua carona,ao revouir meu caro.-Leon guardava a foto na pasta subia no helicóptero e olhava para Redoux acenando com a cabeça e dizia –Vive la France.

Leon Hugues

TERRA DESPERTA sorrilhae Dremidus